SPC – Inadimplência do consumidor cresceu em janeiro de 2011



  

Todo início de ano é marcado por altas contas e dinheiro escasso nos bolsos. Parcelamentos referentes ao Natal e Ano Novo, pagamentos de tributos como o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) são apenas alguns dos elementos que tornam o 1º trimestre mais complicado.

Informações do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) apontam avanço de 5,03% da inadimplência do consumidor no mês passado em comparação a dezembro de 2010. O aumento do índice elucida maior descontrole do orçamento, que, na opinião de Vitor Kock, primeiro vice-presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), é inteligível, pois o período de maiores gastos é justamente este.

Embora tenha explanado tais palavras, Kock avalia, pelos gastos, uma situação de controle, uma vez que no confronto anual entre janeiro e o período análogo do ano passado o índice arrefeceu 10,99%, algo que também reflete a fraca base de comparação em virtude do colapso financeiro global.





Segundo o SPC Brasil, as consultas em janeiro diminuíram 35,64% sobre dezembro, constatação que agrega tanto pagamentos em cheques como compras financiadas. Por outro lado, houve alta de 5,38% em relação ao mês inicial de 2010, parte do período que reuniu boa expansão do Produto Interno Bruto (PIB).

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: SPC Brasil