Inflação – reajustes abusivos nos preços



  

O ano de 2001 iniciou com diversos reajustes nos preços, segundo uma projeção do Banco Central, teremos uma inflação de 5,66% no ano, porém, os aumentos mostram muito mais do que o projetado.

Nos alimentos, as hortaliças e verduras registraram aumento de 4% nos preços e as raízes e legumes ficaram 6,5% mais caros. A carne de boi deverá sofrer um maior reajuste, algo em torno de 70%, já as carnes de suínos e aves subiram 25%.

A educação deve sofrer um reajuste em torno de 7%, contemplando os materiais escolares, mensalidades, entre outros.





Os imóveis no Brasil tiveram uma média de reajuste de 30%. Para quem pensa em adquirir um imóvel, a época é péssima. Os preços dos lotes e imóveis sofreram o reajuste devido à grande procura. Um apartamento de três quartos que valia em média R$ 180 mil alcançou a faixa de R$ 240 mil. Os aluguéis tiveram um reajuste em média de 50%.

Nos transportes, em 05/01/2011 as tarifas de ônibus subiram 11% (de R$ 2,60 para R$ 3,00). O Metrô e a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) anunciaram no dia 08/02/2011, que serão acrescidos 9,43% no valor da passagens (de R$ 2,65 para R$ 2,90) a partir de 13/02/2011.

Por Dennys Steidle



Um comentário em “Inflação – reajustes abusivos nos preços