Dieese – ICV aumentou em janeiro de 2011



  

Quanto vale uma vida?

A pergunta, incalculável no sentido qualitativo, pode ser explicada de outra maneira, com uma pergunta diferenciada: qual é o custo de vida de cada ser?

Certamente muitos já perguntaram algo parecido com base em uma série de ideias e informações. No intuito de dar um parecer à população, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) avalia, por meio do Índice do Custo de Vida (ICV), alguns dados referentes aos custos da população.

De acordo com o Dieese, o ICV de janeiro avançou 1,28% no período, 0,63% acima da taxa calculada em dezembro. O grupo Transporte foi o principal responsável pela alta, uma vez que acumulou índice de 3,09%, seguido pela categoria Educação & Leitura, com avanço de 4,79%, e por Alimentação, que cresceu 1,17% no mês.

Leia também:  Valor do Salário Mínimo Ideal em Junho de 2017 deveria ser de R$ 3.727




O índice do grupo Transporte, em separado, avançou dessa maneira em virtude do reajuste nas tarifas do ônibus municipal, em 11,11%, e do táxi, em 9,05%, mais estritamente a partir da segunda quinzena de janeiro. O percentual do grupo Educação & Leitura, como já era aguardado pelo mercado, obteve salto na percentagem devido ao reajuste das mensalidades escolares.

Em relação à categoria Alimentação, a alta foi estimulada pelos produtos in natura e semi-elaborados, os quais os custos aumentaram 0,85%. Além disso, produtos da indústria alimentícia e alimentação fora do domicílio tiveram índices majorados em 1,08% e 2,01%, respectivamente.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Dieese