Serasa – Cheques Sem Fundos – Inadimplência aumentou em Novembro de 2010



  

Em menor uso, vários estabelecimentos comerciais ainda aceitam cheques, porém são pouco bem vistos em postos de gasolinas, padarias de grande porte e restaurantes. Existem lojas que oferecem parcelamento em inúmeras vezes nessa modalidade, enquanto a cartões de crédito, em alguns casos, apenas à vista.

Informações divulgadas na segunda-feira (20/12) pela Serasa Experian por meio de seu Indicador de Cheques Sem Fundos apontaram que após cinco quedas seguidas, o volume desse sistema de pagamentos voltou a aumentar, justamente às vésperas das aquisições de produtos para o Natal.





No mês passado, 1,68% dos cheques emitidos foram devolvidos, índice pouco acima de de outubro (1,56%). Mesmo após a ascensão na percentagem, o número de devoluções é o mais baixo desde 2005.

De janeiro a novembro, de acordo com a Band Online, a inadimplência com cheques abraça índice de 1,77%, mais brando em relação ao período igual de 2009, quando o percentual constatado foi de 2,17%.

Por Luiz Felipe T. Erdei