IBGE – IPCA atinge o maior índice desde 2005 – Novembro de 2010



  

Os brasileiros podem conferir em açougues e mercados o avanço nos preços da carne. Em estabelecimentos de bairro, por exemplo, o quilo da Alcatra já fora comercializado meses atrás por R$ 14,90, mas recentemente contempla valor de R$ 19,90, em média, alta de 33,56%.

Informações divulgadas nesta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de acordo com a Reuters relacionaram que a inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) avançou para o maior patamar desde o princípio de 2005, denotando, desse modo, o crescimento mais robusto dos alimentos desde 2002.





O instituto assinala alta de 0,83% no indicador no mês passado, acima do 0,75% de outubro. Mencionado anteriormente em meias palavras, o grupo Alimentação, acompanhado por bebidas, acelerou entre o período retrasado e novembro para 2,22%, ante 1,89% de antes.

Para Eulina Nunes dos Santos, economista do IBGE, a alta da carne, recorrente em todo o mundo, justifica-se com base na seca e o consequente prejuízo aos pastos, tanto que o gado precisa ser confinado e é necessário nutri-lo por meio da soja e do milho, também com avanços no mercado.

Por Luiz Felipe T. Erdei