Compras pela Internet – Consumidores brasileiros – Maior Índice da América Latina



  

A rede mundial de computadores tem vigorado como um dos meios mais eficazes na compra e venda de produtos. Ao final do ano passado o setor conheceu bons números e devido a esse crescente uso, em 2010 diretrizes que asseguram direitos aos consumidores, bem como às empresas, foram elucidadas.

Dados reunidos e analisados pela ComScore, companhia especializada em métricas online, revelam que 94% dos internautas do país visitantes de páginas virtuais de comércio eletrônicos adquirem alguma mercadoria. Esse índice é o mais alto, segundo a empresa, entre os seis países latinoamericanos analisados.

As demais nações pesquisadas representaram os seguintes percentuais: Argentina, com 89%; Colômbia, com 84%; México, 82%; Chile, 71% e Peru, 63%. De acordo com o portal de notícias G1, o estudo indica que as mulheres situadas na América Latina costumam adquirir produtos mais frequentemente em relação ao público masculino (88% contra 79%).

Leia também:  Salário Mínimo Ideal - Valor em Agosto 2017




Mesmo em meio a ferramentas que propiciam maior segurança, esse é o principal motivo citado na pesquisa como predominante para a desistência de compras.

Por Luiz Felipe T. Erdei