OCDE – Perspectivas Econômicas para o Brasil e o Mundo – 2011 e 2012



  

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), órgão internacional que congrega a maioria dos países desenvolvidos e que tem sede em Paris, em seu relatório denominado Perspectivas Econômicas da OCDE, faz projeções bastante otimistas para a expansão da economia brasileira. Mas ao mesmo tempo alerta que a inflação poderá atingir taxas mais altas do que as previstas pelo governo federal nos anos de 2011 e 2012.

O estudo é publicado semestralmente e analisa as tendências mundiais para os próximos dois anos no cenário econômico. Para a economia mundial o relatório projeta que a retomada do crescimento econômico ocorrerá em um ritmo mais lento em curto prazo. Para o Brasil a entidade acredita que o PIB do país apresentará uma taxa de crescimento de 7,5% no ano de 2010. E como o país necessitará de projetos de infraestrutura esta necessidade deverá fazer com que as taxas de crescimento se mantenham altas pelos próximos dois anos. Para 2011 a OCDE projeta um crescimento de 4,3% para a economia brasileira e de 5% em 2012.

Leia também:  Salário Mínimo Regional Rio Grande do Sul 2017




Em contrapartida na questão do controle da inflação a entidade acredita que os fatores que permitiram manter seu controle até agora não deverão manter-se e a tendência é que a inflação aumente nos dois próximos anos e sugere que o aperto monetário deveria ser retomado para tentar conter esta tendência de alta inflacionária.

Por Mauro Câmara

Fonte: Economia IG