Mulheres – Possibilidade de Diminuir Gastos



  

O salário para milhares de brasileiros não perdura até o final do mês. Inúmeros levantamentos apontam essa realidade, situação que se agrava ou diminui dependendo de qual classe social é referida. Estudo diferenciado e bem delimitado, mais abaixo, assinala alguns fatores incidentes nessa tendência.

Segundo a Sohia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado, 84% das mulheres, em setembro, poderiam ter diminuído ou evitado gastos para poupar algum montante para o final do mês. O principal elemento entre aqueles com possibilidade de encolhimento de dívidas é moda, em seguida objetos para o lar e despesas com entretenimento.

Além dos itens acima citados, para 19% das entrevistadas a aquisição ou a reforma da casa poderiam diminuir as despesas mensais e para 17% das mulheres, gastos com veículos automotores poderiam ser arrefecidos ou atalhados.

Leia também:  Herdeiros podem sacar o FGTS Inativo de pessoas falecidas




Por outro lado, a educação dos filhos é um elemento primordial para 93% do público feminino relacionado no levantamento.

A diferença entre mulheres casadas e solteiras é relevante, pois nas despesas com serviços de telecomunicação, por exemplo, as enlaçadas matrimonialmente admitiram poder reduzir gastos em 28%, enquanto na outra ala o índice chegou 21%.

De acordo com o UOL, o estudo foi confeccionado em setembro de 2010 com 507 mulheres, com remuneração mensal própria, entre 18 e 60 anos de idade.

Por Luiz Felipe T. Erdei