Emprego na indústria em queda no país



  

A criação de empregos pelo Brasil tem ilustrado o quão confiante estão os empresários brasileiros com a própria economia e o quão o país tem potencial para crescer. Essa situação tem gerado, inclusive, otimismo por parte dos trabalhadores e consequentemente de consumidores, tanto que o comércio em várias regiões permanece aquecido (não como no início deste ano), mesmo com a retirada de estímulos fiscais.

Depois de apresentar oito resultados positivos e consecutivos, o emprego na indústria do Brasil contraiu variação negativa de 0,1% em setembro no confronto ao mês imediatamente anterior. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na comparação anual, porém, ocorreu avanço de 4,9%, permitindo afirmar, pois, aumento em todas as 14 regiões consultadas nessa relação.

Leia também:  Brasileiros que moram fora do Brasil podem sacar o FGTS Inativo




No acumulado anual até setembro, segundo a agência de notícias Reuters, o emprego contabiliza incremento de 3,4% e nos últimos 12 meses até o mês em questão, crescimento de 1,5%.

Por Luiz Felipe T. Erdei