Abras – Vendas nos supermercados crescem 6,5%

  

  

A crise financeira mundial levou todo o globo terrestre a ambiente de incertezas, acarretando prejuízos às pequenas, médias e grandes empresas, bem como, à própria população, que em partes teve de suportar alta no número de desemprego e menor acesso ao crédito, além de dificuldades em honrar compromissos financeiros.

Após esse negro período, o Brasil experimentou e continua a degustar os benefícios por ter deixado o colapso global. Os créditos, o número de empregos e facilidades em manter financiamentos são algumas das características em alta, tanto que a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) relacionou avanço nas vendas de supermercados em 6,5% no primeiro semestre de 2010 em comparação ao mesmo período do ano passado.


Esmiuçado por categorias, o volume de bebidas alcoólicas foi um dos principais responsáveis, respondendo, por si só, 15% desse total. Cervejas, uma das culturas mais consumidas em todo o mundo, teve alta de 18% no período de análise anteriormente mencionado.

O percentual só não foi maior, de acordo com o portal de notícias G1, devido à queda de quase 4,6% nas vendas de junho em comparação a maio, porém, ascensão de 4,92% foi constatada no mês passado ante período igual de 2009. De acordo com a entidade, o baque deve-se ao menor número de dias em junho (30) e à maior quantidade de finais de semana ante o mês imediatamente anterior.

Por Luiz Felipe T. Erdei