Trabalho no Exterior – Direitos do Trabalhador



  

No setor de empregos sobe o custo de expatriação no país. Os trabalhadores enviados a trabalho para o exterior agora possuem os direitos de depósito do FGTS (Fundo De Garantia de Tempo de Serviço) e de contribuições previdenciárias no país, além da obrigação pelas empresas de dar aos funcionários expatriados o adicional de tranferência, reajuste salarial e direto de férias no Brasil, custeados pelo empregador após dois anos de expatriação.





Algumas empresas burlam isso, mas você trabalhador tem de saber que pode acionar judicialmente caso alguns desses direitos que foram listados lhe seja negado. 

Por Teresa Almeida



2 comentários em “Trabalho no Exterior – Direitos do Trabalhador

  1. Eu e mais 12 funcionários fomos transferido para o Uruguai mais a empresa não tem cumprido com as leis tem deixado nós com fome e ñ nos deu nenhum almento de salario e nem a transferência oque fazer ??