Emprego na Construção Civil cresce 9,7%



  

A construção civil do país atravessa momento altamente positivo, incentivada, sobretudo, pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e pelo aumento no número de habitações comercializadas em virtude do programa do governo “Minha Casa, Minha Vida”. A partir dos próximos meses, novamente o setor sofrerá efeitos favoráveis devido às obras focadas à Copa do Mundo de 2014 e aos Jogos Olímpicos de 2016.

Segundo levantamento mensal divulgado em conjunto entre a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), o nível de emprego na esfera cresceu 9,7% entre janeiro e maio por causa da contratação de aproximadamente 238,4 mil trabalhadores com registro em carteira de trabalho, os ditos formais.

Leia também:  Como Pagar o INSS como Autônomo




Um estudo mais aprofundado rege que em maio em comparação ao mês imediatamente anterior o nível de empregou ascendeu 1,7%, ou mais de 45 mil trabalhadores formais contratados. No estado de São Paulo, segundo o portal de notícias G1, houve crescimento de 0,53% na mesma base comparativa deste parágrafo

Será que Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego, terá concretizada sua estimativa de que mais de 2,5 milhões de empregos novos serão contabilizados ao final de 2010? Os brasileiros esperam que sim.

Por Luiz Felipe T. Erdei