Venda de Imóveis Novos cai em São Paulo (SP) – Abril 2010



  

O setor imobiliário representa o nicho que mais cresceu nos últimos meses, fator conquistado pela isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a materiais de construção e, principalmente, em virtude do programa do governo “Minha Casa, Minha Vida”, que possibilitou, portanto, o acesso da população com menor renda ao imóvel próprio.

O Sindicato das Empresas de Compra, Locação e Administração de Imóveis Comerciais de São Paulo (Secovi-SP) anunciou nesta semana, porém, que a comercialização de residências novas na cidade de São Paulo teve arrefecimento de 21% em abril em comparação a março, embora em confronto anual crescimento de 65,7% fora assinalado, justificativa dada pelo órgão como consequência da crise financeira global no período.

Leia também:  Salário Mínimo Regional São Paulo 2017

A entidade relatou por meio da agência de notícias Reuters que essa desaceleração é totalmente esperada, uma vez que março é considerado um mês rentabilíssimo em negócios.





Em termos monetários, relacionou a Reuters, o valor alcançado em abril foi de R$ 1,28 bilhão, abaixo em 15,7% em comparação à quantia obtida no mês imediatamente anterior.

Apesar de todos os aspectos mencionados, abril de 2010 foi o melhor quarto mês desde 2004.

Por Luiz Felipe T. Erdei