Lula Critica Movimentos Sindicais em Greve



  

Na época em que era sindicalista, Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil, almejava melhores condições aos trabalhadores de sua classe. Existe um documentário brasileiro que ilustra a história do líder atual da nação, com depoimentos ilustrativos em torno de sua imagem a partir de metalúrgicos anônimos, suscitando, pois, em novas reflexões a respeito do que acontecia na ocasião por ele mencionada.

Na última quarta-feira, 16 de junho, Lula criticou os atuais movimentos sindicais que fazem greve pelo Brasil. Segundo ele, o ambiente de hoje se baseia em uma pessoa andarilhando com uma bandeira em suas mãos, outra com corneta e mais uma, ainda, com foguetes, situação similar, conforme sua visão, aos acontecimentos geridos pelo narcotráfico carioca que visam avisar a população das favelas sobre alguma situação inesperada ou combinada.

Leia também:  Empréstimo Consignado - FGTS poderá ser Usado como Garantia




Em dia inspirado e enfático retratado pelo portal de economia Terra, Lula se ressabiou com os dirigentes sindicais, que aguçam paralisações e depois questionam cortes em seus salários pelos dias parados. O presidente, na mesma ideia, ressaltou que em sua época ninguém exigia pagamento pelas horas sem trabalho e caso não concordassem, nem eram obrigados a aderir ao movimento.

Resta saber, portanto, se Lula se sente ofendido por não ter imaginado que sua representatividade sindical fosse abalada por situações que ele mesmo promoveu, ou se ele está certo no que fora mencionado.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Um comentário em “Lula Critica Movimentos Sindicais em Greve

  1. esse governo é tão sujo , esse safado chamado lula fazia greve direto e seus seguidores trouxas agora ele esta bilionario e critica sindicalistas que fazem baderna meu DEUS que mundo é esse por isso que não voto em ninguem tudo ssem vergonhas!!!