Empregos nas Indústrias Cresce em Maio 2010



  

Simpático e otimista, Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego, há algum tempo já não é citado pela grande imprensa. Mesmo assim, seus discursos marcantes aos que têm memória de elefante deverão ser lembrados ao final de 2010, ocasião para a qual estimou 2,5 milhões de empregos gerados no país em todo o ano.

Provas não faltam, comemoram os brasileiros, tais como anúncios de oportunidades em São Paulo e suas regiões metropolitanas, assim como no Rio de Janeiro, Minas Gerais e outros locais do país. Para exemplificação, o emprego na indústria paulista teve recuperação no mês passado após um abril com queda registrada, algo que não acontecia desde agosto de 2009.

Leia também:  Dinheiro das Contas Inativas do FGTS - Transferência para outros bancos




Informação revelada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) em 16 de junho, quarta-feira, indica crescimento de 2,73% no número de empregos em maio num confronto direto com o mês igual de 2009, o que equivale, de acordo com o portal de economia UOL, a 16,5 mil vagas. Em relação a abril, o índice alcançado foi de 0,32%.

Os destaques ficaram por conta dos segmentos de bebidas, sucroalcooleiro e veículos, que fazem parte dos 21 setores que relacionaram contratação contra somente um com demissão.

Por Luiz Felipe T. Erdei