Funcionários da USP, Unicamp e UNESP permanecem em Greve



  

A greve dos funcionários da USP, Unicamp e UNESP, que foi instalada desde o último dia 04 de maio, ainda prossegue e as manifestações continuam por parte dos grevistas. Os funcionários reivindicam uma isonomia salarial entre a sua categoria e a dos professores e não aceitaram a proposta do CRUESP (Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas), de um reajuste de 6,57%.





Os funcionários querem um aumento de 16% mais R$200,00. Nesta terça-feira, 25 de maio, aproximadamente oitenta pessoas estavam presentes desde cedo no prédio da Reitoria da USP, bloqueando a entrada dos funcionários, mas tudo ocorreu pacificamente, segundo informações da polícia militar.

Por Elizabeth Preático



Um comentário em “Funcionários da USP, Unicamp e UNESP permanecem em Greve

  1. É um desrespeito para com os alunos, que estudamos muito para entrar onde estamos e, com os professores, profissão já tão desvalorizada. A pouca valorização que eles receberam, esses outros já reclamam!