Ampliação do Metrô de São Paulo irá gerar 22 mil oportunidades de emprego



  

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) teve aprovado financiamento de R$ 766 milhões pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a ampliação da rede metroviária local. Em nota divulgada à imprensa, o banco afirma que essa medida é a maior já concedida ao transporte público urbano.

O portal de Economia do Estadão afirma que o valor aplicado pelo BNDES equivale a 13% dos R$ 6 bilhões de investimentos ao projeto. As demais aplicações terão origem, segundo comunicado da entidade, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), do Banco Mundial (Bird) e, também, do próprio Estado de São Paulo.

O dinheiro será empregado em várias redes metroviárias do Metrô, entre elas a expansão da Linha 5 (lilás) em mais de 11 quilômetros, da estação Largo Treze de Maio à estação Chácara Klabin, situada na Linha 2 (verde). Os recursos também permitirão a criação de 10 mil empregos diretos durante a fase de ampliação do Metrô e outras 11 mil oportunidades indiretas nos estágios de implantação e operação dos trens.

Leia também:  Salário Mínimo Regional São Paulo 2017




Em vista dos investimentos e os prováveis resultados, São Paulo será, certamente, uma das cidades com melhor retorno durante a Copa do Mundo de 2014.

Fonte: Portal de Economia Estadão

Por Luiz Felipe T. Erdei