Dia do Trabalho – Em defesa (nem tanto) dos trabalhadores



  

Todo ano, quando se aproxima o Dia do Trabalho, os políticos se movimentam para idealizarem medidas que favoreçam os trabalhadores, mesmo que muitas vezes são ações que pouco modificam a situação em que se encontram. Os salários continuam baixos, os impostos altos, as relações de mercado carentes, as diferenças enormes.

Este ano não deu outra. O Governo Federal acena com um aumento de 6,14%. Parece que só o aposentado nota, que isso não chega a fazer qualquer diferença no que ele já perdeu ao longo dos anos em que a aposentadoria está desvinnculada do salário mínimo.





Positivo só a notícia de que o “Paraná foi o primeiro estado brasileiro a ter os direitos dos empregados domésticos reconhecidos em convenção coletiva de trabalho.” Diz notícia divulgada pela Agência Brasil (do governo), no dia 27 de abril. Que os outros estados (e o Governo Federal) sigam o exemplo.

Leia também:  Calendário de Pagamento da Aposentadoria e Pensão 2018

Fontes: Agência Brasil e O Globo

Por Odailson Elmar Spada (oda.spada@gmail.com)