Aumento da Aposentadoria é Votada na Câmara dos Deputados



  

Pode ser votada pela Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 13 de abril de 2010, a medida provisória 475, que pretende aumentar o benefício dos aposentados que recebem mais de um salário mínimo, para 6,14%.

O deputado Cândido Vaccarezza é o relator do projeto e disse que não há como o reajuste ser maior do que 7%, visto o governo não teria condições de pagar.





Para ele, o deputado que insistir num valor maior do que 7% estará fazendo demagogia. Alguns deputados e líderes do Senado estão propondo um aumento de 7,7% mas, para Vaccarezza, trata-se de uma questão de responsabilidade do governo, já que não há como dar um reajuste neste valor.

Leia também:  Salário Mínimo Ideal - Valor em Agosto 2017

Por Márcia V. L. Galvão



3 comentários em “Aumento da Aposentadoria é Votada na Câmara dos Deputados

  1. Carlos José dos Santos · Editar

    Esse deputado Cândido Vaccarezza relator do projeto é um mentiroso e cumplice do Governo dizendo que não há como o reajuste ser maior do que 7%, visto o governo não teria condições de pagar. Condições tem, pois o Governo vem mandando dinheiro para o Haiti, Chile Venezuela, perdoando dívidas dos outros, comprando aviões caças, submarino, helicópteros etc.
    Sinto-me roubado pelo Governo.

  2. Jair Gomes Peres · Editar

    Esse VACCAREZZA É uma pessoa muito desumana, pois está comparando todos os aposentados que ganham mais de um salário mínimo como ricos.Esses que ele disse que ganham 50,200mil de aposentadoria deve ser do Exército ou políticos.Do jeito que ele fala quem ganha 600 reais já é rico.Isso é uma barbaridade.Eles devem rever pelo menos as aposentadorias até 5 salarios e reajustá-las conforme o salário mínimo. Estou muito indignado pois me aposentei com 3,5 salários mínimos e hoje não recebo 2.

  3. William A. Jesus · Editar

    É revoltante o comportamento de alguns deputados em relação ao reajuste de salário dos aposentados, visto que para aumentar o salário deles os percentuais são bem maiores, sendo aprovados em minutos de reunião.
    o pior é que a gente é que paga e não há preocupação com “rombo” de caixa. isso é no mínimo uma pouca vergonha.