Programa “Minha Casa, Minha Vida” – Construção de Moradias até 2014




Um dos principais objetivos do governo brasileiro é, certamente, oferecer para a população acesso a residência própria por meio de diversos benefícios, o principal deles a partir do programa “Minha Casa, Minha Vida”, que desde o ano passado obtém sucesso ao conceder subsídios correlatos à faixa salarial do trabalhador.

Paulo Safady Simão, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), assegura que a fase dois do programa deverá contribuir para a edificação de até 3 milhões de moradias pelo Brasil entre 2011 e 2014. Segundo ele, ao menos metade das unidades será voltada a famílias que ganham até três salários mínimos.


Na primeira fase do “Minha Casa, Minha Vida”, o governo havia determinado que aproximadamente 400 mil moradias integrariam lares com até três salários mínimos, porém até o momento, 750 mil unidades – quase o dobro – foram contratadas sob essa modalidade.

Leia também:  Pagamento do PIS-Pasep 2018/2019

Por Luiz Felipe T. Erdei