Aumento na geração de empregos para o país – Previsões Positivas



É complicado começar qualquer texto pelo pronome “se”, mas ele é importantíssimo neste momento. Se Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego, concorrer, algum dia, ao Planalto Central, pode ser que ele obtenha algum sucesso. Não satisfeito com os resultados obtidos pelo Brasil no campo empregatício, em fevereiro, o político acredita que um índice altamente igual será alcançado em março.

De acordo com o Portal de Economia do Estadão, no mês que vem o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) anotará novo recorde, o mais alto para qualquer mês de março da história desde 1992, quando o levantamento começou a ser elaborado. Segundo Lupi, mais de 207 mil empregos serão engendrados.

Leia também:  Projeto permite saque do FGTS por trabalhador que pede demissão


O ministro relata que fará esforços para melhorar as contratações em alguns setores que ainda não apresentaram dados concretos, dentre eles máquinas pesadas e tratores, bem como o segmento automotivo, que devido ao fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) apresentará menor volume de vendas – embora algumas concessionárias já planejem a volta de ofertas.

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do país, certamente tem em Lupi um de seus braços direito. Não à toa, o ministro é um dos responsáveis pelos bons números que o Brasil tem entregado ao mundo. No entanto, o salário mínimo poderia seguir o mesmo otimismo, certo?

Por Luiz Felipe T. Erdei



Leia também:  Projeto permite saque do FGTS por trabalhador que pede demissão