Lula defende PIB baixo em 2009



  

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil, mostrou-se chateado com algumas pessoas que consideram o índice de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do ano passado, divulgado em 11 de março pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, insatisfatório.

De acordo com a autoridade brasileira, que teve discurso propagado pela agência Reuters, apesar de esse baque ter sido o primeiro desde 1996, ocasião na qual foi iniciada a contabilização do PIB, o país apresentou superação, tanto que no último trimestre de 2009 a ascensão foi de 2% em relação ao período igual de 2008, bem como por outro motivo: o crescimento em 4,1% do consumo das famílias.





Lula ressalta, por outro lado, que se há um responsável para o PIB não ter ultrapassado 0%, esse culpado é a iniciativa privada, que temeu o arrastão financeiro pelo mundo e desacelerou investimentos. O governo, segundo ele, agiu na contramão, pois aumentou a oferta de crédito na finalidade de conter o fantasma da crise.

Clique aqui e leia outros pontos deste artigo.

Por Luiz Felipe T. Erdei