Inadimplência – Brasil tem menor taxa desde 2004



  

Todo início de ano é complicado à população brasileira, pois as aquisições realizadas no Natal e as altas despesas em impostos, tais como IPVA e IPTU, colaboram para que a inadimplência comece a apresentar desenvolvimento substancial.

Entretanto, o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor revela um baque de 2,2% em fevereiro deste ano ante o mesmo mês do ano passado com relação aos pagamentos honrados dos consumidores. Esse pequeno tombo é o maior observado desde fevereiro de 2004.

Além disso, fevereiro passado em comparação ao primeiro mês deste ano configurou queda de 3,1%, em virtude, segundo a instituição, da maior cautela entre os cidadãos.





Leia também:  Consultar Nome no Serasa Experian pelo Computador

O levantamento da Serasa avalia que o recuo constatado na inadimplência, observado em financeiras e nos cartões de crédito, puxou o declínio dos percentuais; esse segmento colaborou, por sua vez, com 1,5% dos 3,1% de baque assinalado pelo indicador.

No acumulado anual, segundo a Serasa, a inadimplência recuou 5,3%, o maior índice de queda constatado desde o ano 2000.

Por Luiz Felipe T. Erdei