Mulher e a Renda da Classe Média Familiar no Brasil




Há muitas décadas as mulheres deram início à igualdade social perante os homens, tanto que existe uma data especial para comemorar a manifestação que terminou em tragédia. Em 8 de março, se comemora o Dia Internacional das Mulheres.

Segundo levantamento recente, a população feminina do país tem contribuído amplamente para com o desenvolvimento sócio-econômico do Brasil, principalmente mulheres da classe C, que representam 37% da massa de renda da classe média. Renato Meirelles, sócio-diretor do instituto de pesquisas Data Popular, garante que a independência financeira delas surte efeito devido à participação efetiva em decisões dentro de seus lares.


Meirelles avalia, também, que a renda familiar da classe A, por exemplo, tem 25% de contribuição das mulheres, enquanto que na classe C, a participação sobe para 41%. Do total de homens que ocupam a classe média, 59% deles possuem cartão de crédito, enquanto que 62% é figurado entre as mulheres.

Leia também:  Salário Mínimo 2019 - Nova previsão dada pelo Governo

O estudo indica, sobretudo, que 65% da população feminina entre 16 e 25 anos da classe C atuam no mercado de trabalho, enquanto que 25% cursam ensino superior ou já o completaram.

Por Luiz Felipe T. Erdei