Procura por Crédito no Brasil Cai em Janeiro



  

A injeção monetária no Produto Interno Bruto (PIB) advindo do 13º salário contribuiu para os cidadãos adquirirem bens e pagarem suas dívidas, por exemplo. A busca por crédito para diversos fins, por outro lado, é um dos meios utilizados pela população para ampliar poder de compra.

Após mais de um mês das datas festivas, o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito assinalou que a quantidade de pessoas que procurou crédito no primeiro mês deste ano baqueou 1,1% em relação a dezembro de 2009, o que, segundo especialistas, é uma situação normal. Entretanto, janeiro de 2010 ante o mês inicial do ano passado apresenta um aumento na busca de 14%, o que demonstra, consequentemente, que à época a crise financeira gerava muitos entraves aos consumidores.

Para o Portal de Economia do Estadão, todas as faixas de rendimento, com exceção das pessoas que ganham entre R$ 1 mil e R$ 2 mil tiveram queda. As camadas de menor de rendimento, segundo a fonte, foram as que mais sofreram retração – de 4,1% –, se somadas as pessoas que ganham até R$ 1 mil.





De todas as regiões analisadas, somente o Sudeste e o Centro-Oeste do país conseguiram ascender na procura por crédito. Nas demais, porém, o pequeno tombo foi evidente.

Confira percentuais e outras informações aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei