Crise Mundial – FMI pede Cuidado com Retirada de Medidas



  

Embora satisfeito com os dados de que a recuperação econômica global passou a acontecer antes do que se previu, Dominique Strauss-Kahn, diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), pede que os governos mundiais tomem precaução quando o assunto é retirada de medidas contra a crise.

De acordo com ele, conforme veiculou a Agência Estado, a demanda vista no setor privado ainda não é satisfatória em grande parte dos países, e o aumento nas taxas de desemprego podem se acentuar, sobretudo, nos Estados Unidos, Japão e Europa, ainda nos próximos meses. Kahn ressalta que se as nações adotarem tal medida, há riscos de a recessão retornar.





Para Dominique, a demanda observada no setor privado e as condições atuais do desemprego servem como indicadores para a determinação da retirada de estímulos econômicos e que, por isso, tais iniciativas precisam ser mantidas.

Leia também:  Dinheiro das Contas Inativas do FGTS - Transferência para outros bancos

Confira informações e percentuais aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei