Economia brasileira impulsionada pelos Alimentos



  

Um levantamento realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) à Agência Estado revelou que a indústria de bens de consumo não-duráveis, dentre eles alimentos e bebidas, anseia por ter feito, em 2010, a mais arrebatadora ascensão de faturamento já observada em meia década.

Percentuais iniciais indicam que a elevação estimada pelo setor, neste ano, seja 10,6% maior do que a vista no ano passado, o que ultrapassa, inclusive, a expectativa geral da indústria nas vendas, que é de 10,1%.





Isto porque no ano passado, conforme massiçamente veiculado pela imprensa, a crise financeira mundial impactou negativamente no segmento da indústria de transformação. Portanto, espera-se que a demanda do mercado externo, somada à confiança do consumidor interno, ocasione esse levante.

Fonte: Agência Estado

Por Luiz Felipe T. Erdei