Índice de Pobreza pode ser erradicado do Brasil em 2016



  

Um estudo denominado Pobreza, Desigualdade e Políticas Públicas revelou que a nação brasileira está praticamente capaz de erradicar a pobreza extrema até 2016, ano dos jogos olímpicos no Rio de Janeiro. Se isso acontecer, revelar-se-á o menor índice de desigualdade desde 1960, ano em que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) iniciou esse registro.

No entanto, para que o resultado seja alcançado, será necessário que o Brasil mantenha o ritmo de melhorias sociais assistidos nos últimos cinco anos. O Comunicado da Presidência no 38, documento ilustrador dessa pesquisa, revela que se isso acontecer, o índice de extrema pobreza poderá ser o mesmo visto nos países mais desenvolvidos do globo terrestre.





Em 2008, avalia Marcio Pochmann, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a taxa de pobreza absoluta cerceava o índice de 28,8%, mas em 2016 pode alcançar o resultado expressivo de 4%, ou, de forma mais otimista, 0%. Isto, segundo ele, nem os países mais desenvolvidos conquistaram.

Por Luiz Felipe T. Erdei