Comércio de Importação entre Brasil e Argentina deve melhorar



  

Finalmente Brasil e Argentina resolveram dar início a análises sobre as probabilidades de redução do número de mercadorias sujeitas às licenças não-automáticas de importação, que tem causado, por sua vez, grandes embates entre Luiz Inácio Lula da Silva, presidente brasileiro, e Cristina Kirchner, presidente argentina.

O Ministério de Indústria e Turismo da Argentina assegura que as duas partes se prestaram em fortalecer vínculos comerciais. A Comissão Bilateral de Comércio averiguou a idéia de aplicar o intento o mais rápido possível.





Um encontro entre Lula e Cristina marcou uma decisão importante. O acordado, desta vez, foi de que de 45 em 45 dias os ministros de Indústria, Economia e Relações Exteriores das duas partes se reunirão para aprimoramento comercial, de maneira a favorecer igualmente as duas nações.

Leia também:  Por que usar produtos enzimáticos para lavar roupas?

Por Luiz Felipe T. Erdei