Presidente da CNI defende estímulos públicos e privados



  

Durante discurso realizado no 4º Encontro Nacional da Indústria, Armando Monteiro Neto, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), articulou que medidas de estímulo ao investimento e de redução da valorização do real são necessárias no atual momento. De acordo com ele, é preciso dilatar espaços para que haja aumentos de investimentos nos setores público e privado.

Para essa idéia, defendeu a total desoneração de investimentos e a aprovação de termos regulatórios eficientes, além de providências de qualidade e independência dos órgãos regulatórios. De acordo com Armando, a demasiada centralização de investimentos na Petrobras, principalmente sob a temática pré-sal, não interessam muito ao capital privado.





Leia também:  Reforma Previdenciária - Informações

O presidente da CNI ainda argumentou, no encontro, que a evolução dos gastos correntes do governo brasileiro também inibe algumas mudanças estruturais. O aumento desses gastos correntes e também dos gastos com o pessoal reduz, estritamente, um espaço para investimentos originados do setor público, o que é muito preocupante, atesta Armando.

Por Luiz Felipe T. Erdei