Atualizações anteriores



Cartão de crédito Elo terá juros mais baixos


Reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, aumentar a taxa básica de juros da economia, a Selic, para 11,25%. A alta pode ser a primeira em 2011, pois a perspectiva é que alcance 12,25% até dezembro, gerou diferentes opiniões entre especialistas; alguns defendem, outros repudiam a medida.

No campo econômico e financeiro, muitas novidades já na terceira semana de janeiro. Até o final deste primeiro trimestre, a operação da nova bandeira Elo, inteiramente nacional, deverá ser iniciada. De acordo com Denilson Molina, diretor do setor de cartões do Banco do Brasil, após o ingresso da Caixa Econômica Federal na parceria – somando-se também ao Bradesco –, escolheu-se por oferecer serviço completo a todas as instituições bancárias, sobretudo às pessoas não-bancarizadas.

O cartão Elo tem por finalidade atender as classes sociais C, D e E, além das pessoas que não possuem contas em bancos. A grande expectativa pela vigência da nova bandeira é de baixas taxas de juros, justamente por ser um intento totalmente brasileiro, situação que não obriga o pagamento de royalties às marcas internacionais. Entretanto, a taxação dependerá basicamente do risco do negócio.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Economia UOL