Atualizações anteriores



TIM lança programa de internet móvel para classes baixas


A internet em alta velocidade já é realidade para milhares de brasileiros, não somente devido ao acesso mais facilitado a computadores desktops e portáteis, como também, à maior abrangência de serviços do setor no país. Lan house, local em que geralmente jovens passeiam para jogatinas, conversas online entre amigos, entre outros exemplos, possibilitaram a conexão dos cidadãos aos recursos de ponta existentes na rede mundial de computadores, fato distante há cerca de uma década.

O número de pessoas com esse “benefício” deverá aumentar em breve caso o Plano Nacional de Banda Larga Brasileira saia do papel, efetivamente, para estender a amplitude da rede mundial de computadores a locais antes impensados. Antecipando em alguns meses esse acontecimento, embora por meio de serviço um pouco diferente, a TIM almeja para o atual semestre aumentar o acesso à internet móvel à classe C da sociedade, de acordo com informação exprimida por Luca Luciani, presidente da empresa.

As primeiras intenções cercearão a internet na modalidade pré-paga, provavelmente com investimentos aproximados de R$ 1,5 bilhão, ao que tudo indica, voltados à dilatação da rede 3G. Otimista, segundo o portal de notícias G1, Luciani crê na probabilidade de a TIM conquistar 60% da população do país por meio dessa tecnologia, percentual relativamente maior em comparação aos seis meses iniciais de 2009.

Por Luiz Felipe T. Erdei