Atualizações anteriores



Divisão de gorjetas em restaurantes é regulamentada


Um assunto polêmico recebeu uma proposta de regulamentação nesta semana, pois a Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público do Congresso Nacional aprovou a proposta de que o dinheiro pago como gorjeta em restaurante deve ser dividido por todos os funcionários presentes no turno.

Esta alteração está inserida no Projeto de Lei 6558/2009 que, além dessa questão, determina também a regulamentação das profissões de garçom e maître.

No entanto, a Comissão de Trabalho entende que estas profissões não precisam de regulamentação já que não oferecem nenhum tipo de risco para a sociedade que demandem o seu controle.

Apesar desta negativa a proposta sobre a divisão das gorjetas foi aprovada e a Comissão de Trabalho resolveu ainda a sua inserção na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) definindo que o valor pago pelos clientes – em valor igual ou superior a 10% do consumo – seja distribuído entre todos os empregados e não apenas entre garçons e maîtres como acontecia anteriormente.

Por Ana Camila Neves Morais



Foto no perfil do LinkedIn ajuda a conseguir emprego


Nesta semana foi divulgada o resultado de uma pesquisa nos Estados Unidos bem interessante.

Segundo o estudo feito pela Universidade Ramapo em Nova Jersey a foto presente no perfil da rede social LinkedIn pode aumentar as possibilidades de obter um trabalho.

De acordo com a pesquisa no momento da contratação o tipo de foto presente no perfil do profissional indica maior dedicação ao trabalho e aqueles que não colocam a sua imagem na rede indica que quer esconder alguma coisa.

Por Ana Camila Neves Morais



Carreiras promissoras para o ano de 2013


Nesta semana, a rede de televisão dos Estados Unidos CBS listou as carreiras com tendência a se destacarem no ano de 2013.

Segundo a divulgação, a maior parte delas está voltada para a área de tecnologia da informação mostrando, assim a tendência de fortalecimento da área tecnológica no mundo.

Confira a seguir as carreiras promissoras para o ano de 2013:

1. Desenvolvedor de software
2. Contador
3. Analista de pesquisa de mercado
4. Analista de sistemas
5. Recursos humanos, treinamento e especialista em relações de trabalho
6. Administrador de sistemas
7. Representante de vendas
8. Analista de segurança da informação, desenvolvedor web, arquiteto de rede de computador
9. Engenheiro mecânico
10. Engenheiro industrial
11. Programador
12. Analista financeiro
13. Especialista em relações públicas
14. Especialista em logística
15. Administrador de banco de dados

Por Ana Camila Neves Morais



Empresa Michael Page avalia remuneração de executivos na América Latina


Mais uma pesquisa interessante foi realizada com relação ao mercado de trabalho no Brasil. Desta vez, a novidade foi apresentada pela empresa Michael Page – especializada em recrutamento de executivos – que realizou um estudo comparativo das remunerações oferecidas aos executivos no Brasil e em diversos países da América Latina.

Esta pesquisa avaliou 29 cargos de executivos localizados em empresas de médio e grande porte presentes no México, Brasil, Chile e Argentina. O principal resultado desta análise foi a constatação de que no Brasil este tipo de profissional recebe remunerações maiores em cerca de 72% dos cargos avaliados na pesquisa.

De forma mais específica, o estudo da Michael Page mostrou que em áreas como engenharia, finanças, vendas e incorporação os executivos no Brasil chegam a ganhar mais do que o dobro em remunerações do que nos outros países abordados pela pesquisa; já no setor imobiliário, que vive um crescimento exponencial, os profissionais executivos brasileiros tem salários até 90% mais altos do que nos países latino-americanos.

Após a posição consolidada do Brasil como primeiro lugar em salários na área de altos cargos de administração, este estudo apontou o Chile como segundo colocado em remunerações para executivos em decorrência do bom momento político-econômico e da estabilidade financeira vivenciada por este país recebendo, assim, profissionais capacitados vindos tanto do Chile como de outros países.

E nos dois últimos lugares ficam os salários oferecidos, respectivamente, pela Argentina e pelo México que passam por um momento de melhora nas crises econômicas vividas pelos mesmos.

Além disso, a pesquisa da Michael Page aponta um forte crescimento da economia da Colômbia que, em pouco tempo, estará entre os países que oferecem melhores trabalhos e maiores possibilidades de ganhos financeiros a executivos.

Por Ana Camila Neves Morais



Firjan anuncia resultados do Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil


A Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro) apresentou recentemente dados da terceira edição do Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil apontando, de forma geral, que os profissionais deste tipo de mercado recebem até três vezes mais do que a média nacional de salários.

A pesquisa sobre a Indústria Criativa (com atuação nos ramos de Artes, Publicidade, Moda, Computação, Música, Tecnologia, Engenharia, Design) teve início no ano de 2008 e consiste em um levantamento aprofundado utilizando dados do ano de 2011 em todos os estados brasileiros sobre este setor do mercado apontando, assim,  questões importantes como as dez melhores remunerações, as maiores profissões criadas no país, total de trabalhadores que integram o mercado criativo, salário médio oferecido além da porcentagem de participação do PIB Criativo na economia brasileira.

Nesta última edição, a pesquisa da Firjan mostrou que a Indústria Criativa possui, atualmente, cerca de 810 mil profissionais distribuídos em mais de 240 mil empresas e contribui com um PIB Criativo de R$110 bilhões considerado um dos maiores em todo o mundo; sendo que pela primeira vez foram inseridos os setores de Pesquisa & Desenvolvimento e Biotecnologia pela relevância internacional destes ramos.

Com relação às profissões criativas são destaque atuações como de Engenheiros, Programador de Sistema de Informação, Arquitetos, Gerente de Marketing, Designer Gráfico, Analista de negócios, Designer de calçados sob medida, Analista de pesquisa e mercado, Biólogo, Agente Publicitário e Gerente de pesquisa e desenvolvimento.

Ao considerar as remunerações, os profissionais do ramo criativo ganham em média R$4.693,00 superando muito o padrão de vencimentos geral do país que oscila em torno de R$1.733,00.

De forma mais específica as remunerações no ramo criativo, em decorrência da alta formação exigida de seus profissionais e do grande valor agregado aos produtos inovadores que elaboram, possuem valores variados de salários como os mostrados a seguir:

– Geólogos: R$11.385,00

– Diretores de televisão e atores: R$10.500,00

– Biotecnologista: R$8.700,00

– Editor de Revista: R$7.594,00

– Arquitetos e Engenheiros: R$7.524,00

– Pesquisadores de forma geral: R$7.100,00

Deste modo, o Mapeamento da Indústria Criativa apresentado pela Firjan mostra um setor do mercado em ascensão crescente com grandes potencialidades de ganhos para seus profissionais e para o Brasil como um todo.

Fonte: Firjan



Maior Salário pode não representar maiores ganhos – Avalie os benefícios


Em algumas etapas da vida profissional nos deparamos com diversas oportunidades que são muito diferentes entre si. Se diferenciam no salário, nos benefícios, nas responsabilidades, na jornada de trabalho e no tamanho da empresa.

Para que uma escolha seja correta ou com menos risco, deve-se estudar com calma e com muito estudo da vaga. Verificar se existe possibilidade de crescimento, procurar referências (semelhante à pesquisa que a empresa faz com o funcionário), consultar conhecidos e pesquisar na internet informações de funcionários e ex-funcionários para que você possa escolher de forma segura e com pequena margem de erro.

Verificar o pacote de benefícios para o funcionário e para os familiares também deve ser levado em conta, pois em alguns casos o maior salário não representa o maior ganho, por exemplo, uma pessoa que ganha R$ 1.000,00 de salário sem benefícios, ganha menos que uma pessoa que recebe R$ 800,00 de salário, R$ 250,00 de vale alimentação, mais vale transporte e ainda plano de saúde.

Por José Alberi Fortes Junior



A rotatividade de funcionários faz com que os salários fiquem menores


De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, as empresas que evitaram fechar vagas para reduzir os gastos, fizeram uso da rotatividade, ou seja, demitiram o trabalhador ocupante da vaga e contrataram outro em seu lugar com uma remuneração bem menor, para reduzir seus gastos com mão de obra.

Depois do início da crise econômica, a taxa de rotatividade no trabalho com carteira assinada atingiu 23,4% de 29,4 milhões de tranalhadores formais do setor privado.

Na realidade, esta proporção é bem maior, pois muitos trabalhadores mudaram de emprego mais de uma vez em busca de salários maiores e porque parte das vagas foram ocupadas por trabalhadores desempregados ou que estavam ingressando no mercado de trabalho. 



Empreendedorismo: Dicas de como montar um negócio próprio e se dar bem


Abrir um negócio e trabalhar sem chefes é o sonho de muita gente. O empreendedorismo está em alta, a cada mês surgem novas empresas no Brasil, mas nem todas conseguem manter as portas abertas por muito tempo.

Para você que quer montar o seu negócio e se dar bem precisa, antes de tudo, saber planejar e gerenciar o seu negócio. Veja no vídeo abaixo, dicas de um especialista para abrir um negócio de sucesso.



Motivação no ambiente de trabalho ajuda no desempenho e crescimento profissional


Conseguir motivar uma equipe profissional é uma arte. Um bom líder deve saber como motivar a sua equipe em tempos de crise, para despertar interesse no trabalho e melhorar o desempenho profissional. A Motivação no trabalho hoje é fundamental para que as pessoas produzam com todo o seu potencial.

O líder deve motivar a sua equipe transmitindo confiança e fazendo com que os seus colaboradores acreditem que ele esteja junto com eles enfrentando qualquer dificuldade. O ideal é trabalhar individualmente, com cada pessoa da equipe, pois as pessoas são diferentes e possuem pontos de vista e expectativas individuais, o líder deve saber identificar isso.

Não adianta tentar motivar uma equipe sem possuir as ferramentas de treinamento adequadas e sem estabelecer objetivos claros e metas definidas. A empresa deve estabelecer um plano de carreira bem definido, pois o funcionário quer saber que pode crescer na empresa.

Um dos grandes fatores que auxiliam na motivação de uma equipe é o horário de trabalho, a carga horária não deve exceder mais do que 8 a 9 horas por dia, assim o funcionário possuirá tempo para lazer, relaxamento, esporte e cursos.

 



Você está sendo inconveniente no seu ambiente de trabalho? Veja dicas de especialistas


Sabe aquele colega de trabalho que, por algum motivo, está ficando muito inconveniente,”pisando na bola” e fazendo brincadeiras de mal gosto? Este tipo de funcionário pode atrapalhar o rendimento de toda a equipe.

No início a gente até consegue engolir alguns sapos, mas com o passar do tempo, a convivência com esta pessoa fica insuportável e iritante. Especialistas dão algumas dicas de como enfrentar problemas que podem atrapalhar o bom relacionamento entre colegas de tabalho, e como descobrir se você é o incoveniente no seu local trabalho.

Veja abaixo estas dicas na reportagem do Jornal Hoje:



Funcionários que buscam qualificação são mais valorizados dentro da empresa


No atual momento em que estamos vivendo, empresas estão se obrigando a fazer cortes em seu quadro funcional, isso acarreta em demissões atrás de demissões.

Agora, mais do que nunca, os gestores estão avaliando bem os seus colaboradores, e cortando os menos capacitados.

Diante diso, é importante que o trabalhador saiba manter a sua empregabilidade, realizando cursos de aperfeiçoamento, se especializando e se reciclando para se destacar entre seus colegas de trabalho. 

E a capacitação profissional não conta pontos somente para quem está empregado, profissionais de recrutamento e seleção valorizam muito o candidato que faz cursos de aperfeiçoamento, é um diferencial a mais na hora da entrevista.

E a falta de dinheiro não é motivo para não se especializar, vários Estados do País oferecem cursos gratuitos para a população. Atualmente, existem mais de 440 cursos de qualificação e formação profissional gratuitos no País.



Como melhorar o seu Marketing Pessoal e ser reconhecido pelo seu chefe


Como fazer com que o seu chefe reconheça a sua competência profissional e isso lhe traga melhores oportunidades? Basta você saber investir em seu marketing pessoal, ou seja, só você poderá provar para todos que é competente e capaz de atingir cargos e salários melhores.

Antes de tudo é preciso definir os seus objetivos: Aonde quer chegar dentro da empresa? Quanto deseja ganhar?

Depois disso, é hora de investir em você, fazer um curso superior, especialização ou cursos de aperfeiçoamento para atingir com mais rapidez salários maiores e melhores posições dentro da empresa.

Está muito enganado quem pensa que ser “puxa-saco” do chefe irá conseguir êxito profissional. Demosntre, da forma mais natural possível os seus conhecimentos e obejtivos bem definidos dentro da empresa. As suas atitudes e a forma como se apresenta são essenciais pera o sucesso profissional.