Atualizações anteriores



Novo Salário mínimo 2013


Sabe-se que desde alguns meses atrás havia uma grande expectativa entre parte da população nacional referente ao aumento do salário mínimo do trabalhador brasileiro.

Ocorre que, em 24.12.2012, na véspera da festividade natalina, o Palácio do Planalto decretou que o valor do salário mínimo brasileiro seria reajustado em 9% (nove por cento), passando a ser, portanto, R$ 678,00 (seiscentos e setenta e oito reais) a partir de 01.01.2012.

Assim, salário mínimo do trabalhador brasileiro que anteriormente era de R$622,00 (seiscentos e vinte e dois reais) obteve um aumento de R$7,05 (sete reais e cinco centavos) a mais em relação à proposta original do governo, a qual previa a quantia de R$670,95 (seiscentos e setenta reais e noventa e cinco centavos). 

Isto porque, o cálculo de tal montante foi baseado no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores acrescentado da reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

No entanto, conforme o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), este aumento ainda está longe do valor ideal para assegurar uma melhor qualidade de vida aos trabalhadores, os quais dependem do salário mínio para garantir a subsistência básica própria e da família.

Por Laura Kerstenetzky



Salário Mínimo 2013 – informação e vigência do novo Salário Base


Novo Salário Mínimo

Salário Mínimo 2013
salário mínimo 2013

O valor do Salário Mínimo 2013 sofreu uma alteração frente a 2012, a fim de conter os efeitos da inflação. A variação com relação ao ano passado foi de R$ 56,00, pulando de R$ 622,00 para R$ 678,00.

O impacto anual para a Previdência Social será da ordem de R$ 12,3 bilhões.

Vigência

O novo valor do salário mínimo passa a valer a partir de 1 de janeiro de 2013, e será o salário-base para contratações em órgãos públicos e também privados.

Decreto 7.872/2012

O Salário Mínimo 2013 se tornou oficial a partir do decreto Decreto 7.872/2012, de 26 de dezembro de 2012.

Confira abaixo um simples extrato deste decreto:

Art. 1º A partir de 1º de janeiro de 2013, o salário mínimo será de R$ 678,00 (seiscentos e setenta e oito reais).

Parágrafo único. Em virtude do disposto no caput, o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 22,60 (vinte e dois reais e sessenta centavos) e o valor horário, a R$ 3,08 (três reais e oito centavos).

Art. 2º Este Decreto entra em vigor em 1º de janeiro de 2013.

Tabela de valores do Salário Mínimo

Ano Valor mensal Valor diário Valor hora Vigência
2013 R$     678,00 R$  22,60 R$  3,08 01/01/2013
2012 R$     622,00 R$   20,73 R$  2,83 01/01/2012
2011 R$     545,00 R$   18,17 R$  2,48 01/03/2011
2010 R$     510,00 R$   17,00 R$  2,32 01/01/2010
2009 R$     465,00 R$   15,50 R$  2,11 01/02/2009
2008 R$     415,00 R$   13,83 R$  1,89 01/03/2008


Ministro do Trabalho espera emprego em alta em 2013


O Ministério do Trabalho e Emprego divulgou neste sábado, dia 29 de dezembro de 2012, a expectativa de que se mantenham baixos níveis de desemprego durante o próximo ano.

Segundo Brizola Neto é esperado que em 2013 o mercado de trabalho fique ainda mais aquecido com aumento no número de empregos ofertados.

Ainda de acordo com o ministro, a retomada do crescimento da economia trará um novo ânimo para setores afetados pela crise econômica como a indústria demandando uma maior mão de obra e que, para isso, é necessário garantir a qualificação dos trabalhadores para este setor.

Fonte: Agência Brasil

Por Ana Camila Neves Morais



Salário Mínimo em 2013


Anunciado no último dia 24, o reajuste do salário mínimo para 2013 será de 9%, elevando o valor de R$ 622,00 para R$ 678,00.

Com um acréscimo de R$ 56,00 na renda de aproximadamente 45,5 milhões de brasileiros, o governo espera que a economia seja impactada em cerca de R$ 32,7 bilhões, destes, R$ 15,9 bilhões retornando aos cofres públicos por meio de arrecadações tributárias.

De acordo com o Dieese, o valor ainda é muito abaixo das reais necessidades da população, que deveria receber um salário mínimo de aproximadamente R$ 2.600,00. Contudo, em 10 anos, verificou-se um aumento real de 70% no valor do salário mínimo que, segundo previsões do governo, deverá chegar perto dos R$ 1.400,00 em 2023.

O cálculo do reajuste do salário mínimo foi baseado no percentual do PIB (Produto Interno Bruto) do ano de 2011, que atingiu 2,73% e o percentual da inflação, medido pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que foi de 6,1%.

Segundo a Ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a presidente Dilma fez questão de fazer o anúncio do reajuste do salário mínimo no dia de Natal como um incentivo ao povo brasileiro por seus esforços durante o ano de 2012.

Por Évelim Wroblewski



Salário na construção civil registra menor aumento em 2012


Nesta semana foram divulgados dados atualizados com relação ao INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) que integra o indicador IGP-M.

Segundo as informações veiculadas, o valor da mão de obra na construção civil aumentou 9,55% durante o ano de 2012. No entanto, este valor foi menor do que o registrado nos últimos dois anos com registros respectivos de 10,72% e 9,91%.

Apesar disso, o aumentou registrado para este tipo de mão de obra foi 22% maior do que a média registrada no IGP-M.

De acordo com analistas, esta redução se deve ao menor número de imóveis sendo feitos em virtude da menor demanda dos consumidores pelo seu elevado grau de endividamento durante o ano de 2012.

A expectativa para 2013 é de que o valor da mão de obra na construção civil aumente menos do que em 2012 pela estabilização da taxa de desemprego e por possíveis repercussões no setor de trabalho da crise econômica.

Por Ana Camila Neves Morais



Crise econômica pode ameaçar setor de empregos no Brasil em 2013


A economia brasileira viveu momentos críticos de crise em alguns setores e, segundo especulações, estes problemas podem chegar ao setor de empregos nacionais.

Esta estimativa é feita em decorrência da baixa recuperação da economia do Brasil que terá como conseqüência uma redução na oferta de empregos para evitar prejuízos maiores.

Em 2012 os empregos formais tiveram uma redução de 45% e em 2013 é esperado que haja uma manutenção desta diminuição no mercado de trabalho.

Além de se preocupar com a redução do número de vagas oferecidas aos brasileiros, o governo teme ainda o aumento nas demissões de funcionários como no setor de serviços.

 Por isso, é preciso aguardar o próximo ano para verificar o ritmo de reação da economia para verificar, de forma real, as conseqüências na vida laboral dos brasileiros.

Fonte: Reuters

Por Ana Camila Neves Morais



Serasa Experian espera maior concessão de crédito ao consumidor em 2013


O Serasa Experian apresentou neste mês de dezembro dados relevantes com relação ao crédito concedido no Brasil para os consumidores.

Esta avaliação permite visualizar de forma antecipada os movimentos relacionados ao crédito para os próximos seis meses.

Segundo este órgão o índice relativo a esta informação cresceu 0,5% no mês de outubro que consiste em um valor mais alto do que os vivenciados no início de 2012.

Além disso, para 2013 é esperada uma alta mais expressiva nas concessões de crédito ao consumidor que foram freadas durante o ano de 2012, dentre outras razões, pelo alto nível de inadimplência que impede a liberação de dinheiro.

Por Ana Camila Neves Morais



Carreiras promissoras para o ano de 2013


Nesta semana, a rede de televisão dos Estados Unidos CBS listou as carreiras com tendência a se destacarem no ano de 2013.

Segundo a divulgação, a maior parte delas está voltada para a área de tecnologia da informação mostrando, assim a tendência de fortalecimento da área tecnológica no mundo.

Confira a seguir as carreiras promissoras para o ano de 2013:

1. Desenvolvedor de software
2. Contador
3. Analista de pesquisa de mercado
4. Analista de sistemas
5. Recursos humanos, treinamento e especialista em relações de trabalho
6. Administrador de sistemas
7. Representante de vendas
8. Analista de segurança da informação, desenvolvedor web, arquiteto de rede de computador
9. Engenheiro mecânico
10. Engenheiro industrial
11. Programador
12. Analista financeiro
13. Especialista em relações públicas
14. Especialista em logística
15. Administrador de banco de dados

Por Ana Camila Neves Morais



Serasa Experian espera inadimplência menor em 2013


A Serasa Experian divulgou nesta sexta-feira, dia 14 de dezembro de 2012, dados sobre a inadimplência no ano de 2012.

Segundo o órgão deve haver uma diminuição nos não pagamentos tanto de empresas quanto de consumidores no ano que está terminando.

Para a Serasa Experian diversos fatores contribuíram para esta situação como a diminuição do desemprego, aumentos salariais, taxa básica de juros em valores baixos e a melhoria no sistema de crédito bancário no Brasil.

Com isso, é esperado ainda um crescimento da economia doméstica e uma redução maior da inadimplência no ano de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais



Justiça do Trabalho começa uso de cartão de crédito


Uma novidade interessante veio da Justiça do Trabalho neste último dia 08 de dezembro de 2012 e a notícia do momento é o início do uso de cartão de crédito por este ramo do judiciário.

Com esta inovação, os acordos referentes a ações trabalhistas poderão ser pagas por meio do cartão de crédito com a possibilidade de parcelamento em até 12 vezes sem juros.

A novidade será colocada inicialmente no TRT da 8ª região que abrange os estados do Amapá e Pará e será implantada em outros TRT´s durante o ano de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais



Mercosul terá movimentação de trabalhadores facilitada


Uma parceria feita nesta última semana entre os Ministérios do Trabalho dos países integrantes do Mercosul irá beneficiar trabalhadores de todas as nações desta zona de livre comércio.

Isso porque foi acordado que os órgãos destes países irão elaborar no primeiro semestre de 2013 propostas para facilitar os movimentos de trabalhadores na região do Mercosul.

Dentre as novas possibilidades estão melhorias na fiscalização de fronteiras, validação de certificados profissionais com reconhecimento de diplomas, coordenação entre serviços públicos de emprego e o alinhamento dos códigos profissionais dos países.

A apresentação das propostas será feita em março de 2013 em um novo encontro que será realizado na cidade de Montevidéu no Uruguai.

Fonte: Valor Online

Por Ana Camila Neves Morais



São Paulo terá salário mínimo de R$755,00 em 2013


Nesta sexta-feira, dia 30 de novembro de 2012, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin informou que o salário mínimo do estado será de R$755,00 para a primeira faixa salarial que inclui motoboys e trabalhadores domésticos.

Haverá também aumento para a segunda faixa salarial (composta por profissionais como vendedores, manicures e cabeleireiros) que passará a receber R$765,00 e na terceira faixa salarial (com profissões como técnicos em eletrônica e serviços de limpeza) com salário indo para R$775,00.

Este aumento de R$65,00 em todas as faixas salariais foi calculado tendo como base o PIB de São Paulo e a inflação sendo maior do que a proposta do governo federal que prevê um mínimo de R$670,95 para o ano de 2013.

Os novos valores começam a valer a partir de 01 de fevereiro de 2013.

Por Ana Camila Neves Morais



Aumento da expectativa de vida muda cálculo do fator previdenciário


O IBGE divulgou, nesta sexta-feira – dia 30 de novembro de 2012 – o aumento da expectativa de vida dos brasileiros que tendem a viver 74 anos e 29 dias, sendo este tempo 4 meses maior do que a última estimativa feita pelo instituto.

Este indicador mostra que a qualidade de vida está aumentando no país e todos tendem a ganhar com isso, certo? Todos menos os cofres da Previdência Social.

E por isso começou a valer a partir do dia 03 de dezembro de 2012 o novo cálculo do fator previdenciário para a concessão de aposentadoria.

O objetivo desta mudança é evitar aposentadorias precoces que podem causar um grande rombo nas contas da previdência no Brasil.

Por isso, a partir de agora aqueles que se aposentarem com idade entre 45 e 48 anos terão um benefício menor já que esta faixa etária teve um aumento na expectativa de vida, os trabalhadores com idade entre 55 e 65 anos terão um benefício maior, pois houve uma redução na expectativa de vida nestas idades.



Salário mínimo poderá ser de R$ 667,75 em 2013


O Governo Federal encaminhou recentemente para o Congresso o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2013. O projeto foi divulgado na sexta-feira (13/04). Entre as principais resoluções está a projeção de um salário mínimo no valor de R$ 667,75 para o ano que vem. Atualmente, o valor do salário mínimo é de R$ 622,00.

De acordo com o documento, a expectativa de crescimento é de 5,5% em 2013 (neste ano é de 4,5%), com um superávit primário em R$ 155,9 bilhões para o setor público. O valor foi calculado como 3,1% do produto interno bruto (PIB) projetado para o ano que vem.

Deste total do superávit, o esperado é que o Tesouro Nacional, o INSS e o Banco Central alcancem a meta de R$ 108,1 bilhões. Já para os Estados e Municípios, o valor estipulado é de R$ 47,8 bilhões. E a projeção para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial, é de 4,5% de crescimento no ano que vem.

De acordo com a Constituição Brasileira, o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias precisa ser encaminhada ao Congresso todos os anos, sempre no dia 15 de abril.

Por Matheus Camargo

Fonte: Câmara dos Deputados



Economia brasileira – Novas previsões para 2012 e 2013


A previsão de crescimento da economia do Brasil para 2012 caiu para 3,23%, o dado foi divulgado por analistas consultados pelo Banco CentralDe acordo com esses profissionais, a projeção de crescimento para 2013 também passará por mudanças, inicialmente estava cotada a 4,2% e passou para 4,29%

Os consultores também analisaram a indústria nacional, segundo eles o crescimento referente à produção industrial permanece estável em 2,03% e passou para 4,05% a previsão de 2013. 

Outro ponto abordado diz respeito à dívida do Governo brasileiro: o Produto Interno Bruto teve a projeção ajustada de 36,14% para 36,2%, já a previsão para o próximo ano é de 35%, onde as expectativas anteriores registravam um aumento de 34,79%. 

Outra preocupação dos consultores é com relação à cotação do dólar, a estimativa de venda da moeda americana é de R$ 1,76, sendo que para 2013 a previsão foi mantida em R$ 1,80
O superávit com relação ao comércio também sofreu alguns ajustes, o saldo positivo de “exportações menos importações” ficou estimado em US$ 19 bilhões para esse ano, já para o próximo ano a previsão é que esse valor seja reduzido para US$ 15 bilhões

Por Joyce Silva



Economia brasileira – Novas estimativas para 2012 e 2013


O boletim Focus, feito por analistas especializados no mercado financeiro, revelou que a expectativa de crescimento da economia deve continuar em 3,3%. Para 2013 a previsão é que haja uma queda de 4,2% para 4,1%

Com relação à dívida líquida do setor público e o PIB, a projeção entre as duas é que passe de 36,95% para 36,9% em 2012, já em 2013 a previsão é que passe de 35,8% para 35,5%

Já a cotação do dólar, os especialistas preveem que até o final do ano a moeda americana continue custando R$ 1,75, e que o valor continuará em 2013

A previsão dos especialistas com relação ao superávit comercial passou de US$ 19,5 bilhões para US$ 19,1 bilhões, em 2012, e de US$ 14,5 bilhões para US$ 14 bilhões em 2013. 

Outro ponto abordado pelo estudo é com relação ao déficit em transações correntes (compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), as estimativas passaram para US$ 68 bilhões em 2012 e para US$ 70 bilhões, em 2013. 

O investimento estrangeiro direto (recursos para o setor produtivo do país), de acordo com os especialistas, permanecerá em US$ 55 bilhões em ambos os anos, 2012 e 2013.   

Por Joyce Silva